O Programa > Docentes > Projetos de Talita Vidal Pereira           < Lattes >

TÍTULO DA PESQUISA

AVALIAÇÃO ESCOLAR SEM COMPROMISSO COM A ACCOUNTABILITY OU COM FUNDAMENTOS A PRIORI

PERÍODO:

2018 - 2021

LINHA DE PESQUISA

Currículo: sujeitos, conhecimento e cultura

GRUPO(S) DE PESQUISA

Currículo: conhecimento & cultura.

FINANCIAMENTO(S)

Esse projeto insere-se em um conjunto de reflexões que venho desenvolvendo no campo do currículo, a partir de uma perspectiva discursiva e pós-fundacionalista para pensar os fenômenos educacionais. Com ele, busco dar continuidade ao processo de interlocução que venho estabelecendo com outros agentes no campo do currículo focalizando a investigação de sentidos de avaliação escolar, articulados nos discursos de professores e professoras, em um contexto social em que as avaliações em larga escala têm intensificado as dimensões de controle e classificação das práticas avaliativas nas escolas. Uma lógica excludente de avaliação bastante questionada, principalmente a partir da década de 1970, e que caminha na direção oposta de uma proposta de avaliação mais formativa e processual recomendada por inúmeros autores. Com os aportes teóricos, em especial, com a noção derridiana de tradução, interessa analisar os discursos de professores e professoras, entendendo que, no contexto da escola, são produzidos sentidos híbridos de avaliação. A noção de contexto também é apropriada de Derrida. Trata-se de reativar sentidos de avaliação, operando na lógica da desconstrução, o que implica fazer emergir os antagonismos, conforme pensado por Laclau, que têm contribuído para a intensificação de práticas avaliativas identificadas com a lógica do controle, da padronização e, nesse movimento, favorecendo o bloqueio das diferenças culturais na escola. No estudo, assumo as contribuições de Ernesto Laclau para pensar discursos e práticas como ações que conferem significados ao mundo. Dessa perspectiva o estudo lança mão das entrevistas narrativas de professores e professoras, assumidas e ressignificadas, a partir de uma abordagem discursiva.

Palavras-chave: hibridismo, teoria do discurso, pós-fundacionalismo, avaliação escolar, avaliações em larga escala.